Sintomas da laringite: fique atento!

sintomas-da-laringite-fique-atento

Por: - CRM 11483 / RQE 9708
Publicado em 03/08/2019 - Atualizado 11/02/2020

Sintomas da laringite: fique atento!

Se você está com rouquidão e dificuldade para engolir, saiba que o problema pode ser mais grave do que uma simples dor de garganta. Esses também são típicos sintomas da laringite, uma doença que ataca a laringe e pode causar graves infecções e até mesmo provocar tumores nas cordas vocais se não tratada adequadamente. 

Ouça este conteúdo:

 

A laringe é uma estrutura cilíndrica localizada entre a faringe e a traqueia, exercendo função respiratória e impedindo a entrada de partículas estranhas no sistema respiratório. Abriga, ainda, as cordas vocais e também possui função fonatória, uma vez que permite a emissão de sons por meio da modulação da passagem de ar.

Entretanto, quando ela sofre alterações de agentes externos, o paciente pode desenvolver laringite. Para entender melhor o que é, quais são suas principais causas, sintomas e tratamentos da laringite, continue a leitura!

O que é laringite?

A laringite é uma inflamação da laringe. Na maioria dos casos, o problema é causado por infecções virais, mas algumas bactérias também podem ser responsáveis por causar a laringite. Normalmente, a doença não traz complicações mais graves e pode ser curada rapidamente, desde que se faça acompanhamento com um profissional de saúde.

Basicamente, existem dois tipos de laringite: a aguda e a crônica. A laringite aguda é o tipo mais comum e costuma ser decorrente de infecções virais respiratórias, possuindo duração de menos de uma semana. Já a laringite crônica se estende por semanas e necessita de um cuidado maior, já que pode progredir e provocar complicações mais graves nas cordas vocais.

Quais são as causas da laringite?

Como já citamos, uma das principais causas da laringite são infecções virais que acometem as vias respiratórias do paciente, mas nem sempre essa é a causa do problema. A laringite também pode ser causada por:

  • uso excessivo da voz;
  • tabagismo;
  • sinusite crônica;
  • refluxo gastroesofágico;
  • infecções bacterianas;
  • reações alérgicas;
  • consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

Quais são os sintomas da laringite?

Os sintomas da laringite variam de acordo com a causa e gravidade da infecção e podem ser facilmente confundidos com sinais de gripes e resfriados. Dentre os principais sintomas do problema, podemos citar:

  • rouquidão;
  • alterações na voz;
  • tosse seca;
  • dor de garganta;
  • dor ao engolir;
  • febre;
  • sensação de caroço no pescoço;
  • dificuldade para respirar, sobretudo em crianças.

Diagnóstico e tratamento 

Apesar de apresentar sinais que podem ser confundidos com outras doenças, o diagnóstico da laringite é realizado com base nos sintomas relatados pelo paciente e um exame físico para verificar se há caroço ou inchaço na região da garganta. Exames de imagem, como laringoscopia e radiografia, também podem ser solicitados para garantir um diagnóstico mais preciso.

O tratamento para a doença é individualizado e varia de acordo com os sintomas da laringite que o paciente irá apresentar. Contudo, alguns cuidados são essenciais em todos os casos, como evitar falar muito, beber bastante líquido e utilizar umidificadores de ambiente.

Na maioria das vezes, os sintomas da laringite desaparecem espontaneamente após uma semana. Em casos mais graves, o médico responsável pode recomendar o uso de medicamentos específicos para combater o problema.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato e mande sua pergunta. Para continuar acompanhando mais dicas e conteúdos como este, não deixe de nos seguir no Facebook e Instagram. Até a próxima!

Material escrito por:
- CRM 11483 / RQE 9708

Formada em medicina pela UFMG, a Dra. Ana Amélia é especialista em otorrinopediatria pelo Hospital Pequeno Príncipe e mestre em medicina pela Unifesp. É membro da Aborlccf e da Interamerican Association of Pediatric Otorhinolaryngology. Seu principal interesse é a otorrinolaringologia pediátrica.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.