Saiba tudo sobre a audiometria tonal e vocal

saiba-tudo-sobre-a-audiometria-tonal-e-vocal

Por: - CRM 14548/RQE 7163
Publicado em 31/07/2019

Saiba tudo sobre a audiometria tonal e vocal

Ao menor sinal de perda auditiva ou até mesmo como forma de precaução, a realização da audiometria tonal e vocal é de fundamental importância para preservar ou corrigir a capacidade de audição do paciente. O diagnóstico e tratamento precoce permitem que o paciente continue a ter uma vida normal, sem comprometer sua qualidade de vida e seus relacionamentos interpessoais.

Ouça este conteúdo: 

 

Em paciente infantis, o exame é ainda mais importante, uma vez que alterações na audição podem prejudicar o desenvolvimento da linguagem e do aprendizado da criança, podendo causar consequências que duram a vida toda. Continue a leitura e entenda melhor a importância da audiometria!

O que é audiometria tonal e vocal?

Trata-se de um exame que tem por finalidade identificar possíveis alterações auditivas. Para isso, realiza-se uma avaliação da capacidade que o paciente possui para ouvir e interpretar sons, analisando os limiares auditivos em ambas as orelhas separadamente, o que permite detectar as perdas auditivas e suas características, como tipo, gravidade e se acomete uma ou as duas orelhas.

Tipos de audiometria

Existem dois tipos principais de audiometria: a tonal e a vocal. Entenda melhor cada um deles!

Audiometria tonal

A audiometria tonal avalia a capacidade do paciente em identificar sons com diferentes frequências, permitindo definir o limiar auditivo, que é o nível mínimo de pressão acústica eficaz necessária para provocar uma sensação auditiva, e, assim, avaliar o grau de perda auditiva

O exame pode ser realizado por via aérea ou óssea. A via aérea é feita com o uso de fones de ouvido e a via óssea, através do vibrador ósseo. É considerado um teste subjetivo, pois, varia de acordo com as respostas de cada paciente.

Audiometria vocal

Na audiometria vocal, avalia-se a capacidade do paciente em compreender os sons da fala humana e identificar diferentes palavras. É um exame complementar à audiometria tonal, devendo ser realizado em conjunto.

Como o exame é realizado?

Os exames de audiometria tonal e vocal devem ser realizados com o paciente dentro de uma cabine com isolamento acústico, usando fones de ouvido especiais conectados ao audiômetro. Em seguida, o examinador passa a emitir diversos sons em diferentes frequências para que o paciente possa identificá-los.

Para indicar que percebeu algum som, o paciente pode, por exemplo, levantar a mão e mostrar ao médico. Na audiometria vocal, o próprio examinador pronuncia frases e palavras para avaliar a capacidade auditiva do examinado.

O exame dura cerca de 10 a 20 minutos e é totalmente indolor. Para a preparação do procedimento, recomenda-se uma boa noite de sono e repouso acústico, sendo que o paciente deve evitar ambientes com ruídos altos cerca de 14 horas antes do exame.

Audiometria infantil

A audiometria tonal e vocal também pode ser realizada em pacientes infantis, mas apresenta algumas diferenças em relação ao procedimento tradicional. No caso de bebês e crianças, o exame é realizado com o paciente sentado no colo da mãe ou responsável, dentro de uma cabine com isolamento acústico, com fones de ouvido ou em campo livre.

Nesses casos, o examinador utiliza algumas técnicas lúdicas para envolver o bebê ou a criança durante o teste. Em crianças maiores, o médico pode pedir para que ela pegue um objeto ou aperte um botão, por exemplo, ao identificar uma determinada frequência de som. Em bebês, avalia-se o tipo de reação que ele apresenta ao perceber os sons. 

Ficou com alguma dúvida? Mande sua pergunta através de nossa página de contato. Iremos lhe responder o mais rápido possível!

Material escrito por:
- CRM 14548/RQE 7163

Natural de Florianópolis, o Dr. Rafael Pinz fez sua graduação e residência médica na Faculdade de Medicina na USP. É especialista em Otorrinolaringologia pela Associação Médica Brasileira e membro da Aborlccf. Seus principais interesses são o tratamento clínico e cirúrgico das doenças do nariz e do sistema vestibular.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.