Turbinoplastia por Radiofrequência

Turbinoplastia por Radiofrequência

Turbinoplastia por Radiofreqüência (Coblation)®

A turbinoplastia é o procedimento para reduzir o volume das conchas nasais.
O CDO é pioneiro no uso da tecnologia de Radiofreqüência Coblation para tratamento da obstrução nasal.
Oferecemos tanto a possibilidade de realizar o procedimento em nossa clínica, sob anestesia local, como em ambiente de centro cirúrgico (para casos em que há indicação de realização de outras cirurgias nasais).

Tecnologia de Ponta – Radiofreqüência Coblation®:
A tecnologia de radiofreqüência chamada Coblation® foi desenvolvida para, simultaneamente, remover e murchar o tecido interno da concha nasal inferior, mantendo a mucosa do interior do nariz íntegra.

A ação do Coblation cria canais no interior da concha inferior através da diluição dos tecidos. Ao redor destes canais, ocorre a formação de uma lesão necrótica, que murcha o tecido da concha inferior. Esta dupla ação promove uma redução imediata da obstrução nasal.

As lesões submucosas são criadas em aproximadamente 10 segundos. Isto torna este procedimento ideal para realização na clínica, sob anestesia local, ou em centro cirúrgico quando são necessários outros procedimentos nasais (cirurgia do septo, cirurgia endoscópica nasal, rinoplastia).

O sistema de radiofreqüência Coblation foi desenvolvido para operar em temperaturas significativamente mais baixas do que as tecnologias tradicionais (eletrocautério, alta freqüência, laser). Isto diminui muito as lesões causadas por altas temperaturas, o que se traduz em menos dor, menos sangramento e menor formação de crostas após a realização do procedimento.

Principais indicações para realização de cirurgia:

  • As principais situações em que está indicada a realização da turbinectomia são:
  • presença de sintomas de obstrução nasal (nariz entupido, boca seca, etc) que sejam atribuídos a um aumento de volume das conchas nasais (especialmente nos casos de rinite alérgica que não melhoraram com tratamento com sprays nasais e rinite medicamentosa)
  • ronco e apneia do sono (em casos bem selecionados)

Local de realização:
Na própria clínica ou no centro cirúrgico.

Como é realizada:
Após a realização da anestesia local, o cirurgião introduz a ponteira (semelhante a uma agulha) no interior da concha nasal e aciona o dispositivo, por curtos períodos de 10 segundos (6 a 9 para cada lado do nariz).
Pontos: não são realizados neste tipo de cirurgia.
Curativos: em geral, não são necessários. Pode haver pequeno sangramento após o procedimento, que, em geral, cessa com o uso de descongestionantes (Sorine, Neosoro)

Anestesia

Esta é a grande vantagem deste procedimento, pois pode ser realizado sob anestesia local.

Pós procedimento

  • Dor: em geral a dor é pequena, controlada com analgésicos simples.
  • Cuidados locais: higiene nasal com solução fisiológica
  • Afastamento do trabalho: desnecessário
 

Agendamento

Faça seu pré-agendamento com facilidade preenchendo o formulário ou ligue para (48) 3224-1111.